Quintas de Leitura

Em 2018, as “Quintas de Leitura” sairão algumas vezes do conforto dos palcos do Teatro Campo Alegre. Poesia à solta em alguns espaços emblemáticos da cidade. Em abril, recebe-nos o “Pérola Negra”

Em abril, recebe-nos o “Pérola Negra”, na Rua Gonçalo Cristóvão, antigo bar de striptease, agora club dancing, que soube manter até aos nossos dias o seu décor kitsch – madeiras escuras, sofás vermelhos, paredes espelhadas, estrado e bola decristais e, claro, um varão, onde ainda se realizam shows de pole dance e cabaré burlesco. É neste ambiente que decorrerá a sessão, alicerçada num universo poético tenso, provocatório, satírico, quase maldito. Para as leituras, serão convocados textos de Bocage, António Botto, Mário Cesariny, Alberto Pimenta, Fernando Assis Pacheco, António Maria Eusébio (O Calafate), Adília Lopes, João Habitualmente, Luiz Pacheco, entre muitos outros. Dão corpo, voz e alma a este happening (poético, musical, erótico) os seguintes artistas: Cláudia Clemente (mestre de cerimónias e tudo), Frankie Chavez (voz e guitarra), Ana Celeste Ferreira (voz) e Ricardo Caló (piano), Isaque Ferreira, Renato Filipe Cardoso e Rui Spranger (stand up poetry), Ana Celeste Ferreira, Mónica Guerreiro e Sandra Salomé (leituras) e António Gonçalves (imagem de divulgação). Entre leituras, tempo ainda para um show elétrico (erótico? herético?). À boleia de um verso de Raquel Nobre Guerra, deixamos a tempo um aviso solene: “No paraíso só se entra com uma escavadora”. O resto, já adivinham: uma sessão para amantes de poesia emancipados.

Abril 12 @ 22:00
22:00 — 00:00 (2h)

Auditório, Teatro Municipal do Porto