“Um século de vida é assunto para mais do que uma geração. Desde 1918, a família Poças detém a empresa com o mesmo nome e é hoje o único grande produtor de vinhos do Porto e Douro cem por cento português – com todos os ramos da família representados no negócio. E eles garantem ao jornalista e crítico de vinhos Fernando Melo que estão prontos para mais cem anos”.

E estamos prontos para mais cem anos! Leia a notícia que Fernando Melo escreveu no Diário de notícias, e conheça-nos melhor: https://bit.ly/2lTmvbp

 

Conheça a nossa Quinta de Vale de cavalos

Nov 21, 2018

Em Numão, uma região de excelência, toda a plantação privilegia as melhores castas. A quinta de Vale de Cavalos foi adquirida em 1988 e tem uma área de cerca de 51 hectares vinha, dividida nas parcelas Ribeira Teja, Catapereiro, Tanque e Zoc.

O terreno ondulado dispensa muros de suporte, o que facilita o trabalho agrícola. A proximidade da Ribeira Teja a uma albufeira, formada pela subida das águas de uma barragem recente, e o sofisticado sistema de rega “gota-a-gota”, permitem fazer face às frequentes secas desta região considerada a com menor pluviosidade de Portugal.

Créditos: Jferrand

Novas Colheitas e Prémios

Nov 23, 2018

O ano do nosso centenário tem sido um ano de muitas novidades e também pleno de prémios e distinções para os vinhos da Poças. Veja aqui algumas referências:

Símbolo 2015

A edição de 2015 do nosso tinto topo de gama Símbolo que recebeu recentemente 94+ pontos da Robert Parker’s Wine Advocate e 94 pontos da Wine Enthusiast e 92 pontos da Wine Spectator.

Poças Reserva Tinto 2016

A edição de 2016 de um clássico, o Poças Reserva Tinto 2016, recebeu 92 pontos Wine Enthusiast e 92 pontos Robert Parker’s Wine Advocate.

Poças Porto Vintage 2016

Em ano declarado como Vintage, o recém-lançado Poças Porto Vintage 2016 surge na posição #30, na lista dos 100 Melhores Vinhos de 2018 da revista WineEnthusiast , com uma avaliação excelente de 96 pontos de Roger Voss.  Recebeu ainda 96 pontos da Wine Enthusiast, 93 pontos do Robert Parker’s Wine Advocate, 93 pontos da Wine Spectator e 17.5 pontos (em 20) da Revista Grandes Escolhas.

Poças Colheita 2008

O mais recente Poças Colheita (2008) a chegar ao mercado recebeu 92 pontos da Robert Parker’s Wine Advocate e 91 pontos da Wine Enthusiast.

Coroa d’Ouro e Vale de Cavalos

Chegam também ao mercado as novas colheitas do Coroa d’Ouro Branco 2017 e Coroa d’Ouro Tinto 2016 (15.5 Pontos da Grandes Escolhas) e do Vale de Cavalos Branco 2017 e Vale de Cavalos Tinto 2016 (16 pontos da Grandes Escolhas).

Outras distinções:

  • Poças LBV 2013: 90 Pontos Robert Parker’s Wine Advocate
  • Poças Porto Colheita 1995: 16.5 Pontos Grandes escolhas

Poças Vintage 2016

Set 12, 2018
vintage16

A Revista de vinhos editou um artigo sobre os vinhos Porto Vintage 2016, na sequência de este ser o ano com a maior declaração de sempre (63 casas). O nosso Poças Vintage 2016, lançado recentemente, recebeu 18 pontos, sendo descrito como: “Rubi denso e impenetrável. Nariz muito fresco e primaveril com notas elegantes de amora, ameixa preta, chocolate, vapor de café, folha de tabaco e especiarias. A boca é sedosa, envolvente, gulosa, com taninos redondos mas firmes, num perfil de elegância em que sobressai a pujança da fruta e as notas especiadas. Um Vintage de estilo contemporâneo, domesticado e pronto a beber, mas que nem por isso deixará de crescer em garrafa nas próximas décadas”.

O nosso enólogo Jorge Pintão surge como um dos enólogos que marcam o Vinho do Porto.

ORIGEM: Portugal – Região Demarcada do Douro

DESCRIÇÃO: Vinho do Porto de uma só colheita, produzido apenas em anos de excecional qualidade. Envelhecido em vasilhas de carvalho, é engarrafado entre o segundo e o terceiro ano após a vindima. Durante o estágio em garrafa, vai gradualmente adquirindo o extraordinário estilo de um grande vinho de guarda.

ACOMPANHAMENTO: Ideal como vinho de sobremesa ou convívio, acompanha queijos de muito boa qualidade, doces e chocolates. Servir à temperatura ambiente (18ºC) após ter sido cuidadosamente decantado. Pode ser consumido desde já, ou aguardar uma favorável evolução na garrafa.